text.skipToContent text.skipToNavigation
23731

Buchas deslizantes com flange (Mancais de deslizamento)

  • Adequado para movimentos giratórios e oscilantes
  • Livre de manutenção
  • Desgaste e coeficientes de atrito muito pequenos
  • Sem efeito stick-slip
  • Alta resistência química
Particularidades:

a partir de 0,44 €

+ o ICMS alemão
19 resultados encontrados

Descrição

Material
Chapa de suporte em aço.
Camada intermediária em bronze sinterizado.
Superfície deslizante em PTFE.
Versão
Aço zincado.
Indicação
Buchas deslizantes de material composto, livres de manutenção, em aço, especiais para funcionamento a seco. Ideais para aplicações lubrificadas (lubrificação com óleo). Valores de desgaste e atrito extremamente baixos, não apresentam dificuldades de deslizamento (sem efeito stick-slip). Adequadas para movimentos giratórios e pendulares, apresentam alta resistência química e baixa absorção de água.
Dados técnicos
Carga estática: máx. 250 N/mm²
Carga dinâmica: máx. 140 N/mm²
Coeficiente de atrito seco: 0,03 - 0,20
Velocidade de deslizamento: máx. 2 m/s
Velocidade de deslizamento em lubrificação com óleo: máx. 5 m/s
Condutividade térmica: 42 W(m*K)-1
Coeficiente de expansão térmica: 11*10-6 K-1
Faixa de temperatura: -195 °C até +280 °C
Montagem
Recomenda-se a utilização de um mandril de pressão, para evitar a danificação da superfície deslizante. A junta de impacto deve estar posicionada em frente à área de carga. O mancal possui um encaixe de pressão após a montagem. A colagem é possível, mas não necessária.
Tolerâncias
Carcaça:
Tolerância recomendada H7.
Acabamento da superfície Ra 0,8 - 1,6.
Chanfro (lado comprimido 0,8 - 1,2 x 15°.

Eixo:
Tolerâncias recomendadas, h8 até f7. Nas aplicações com baixa rotação e pequenas cargas, podem ser utilizados eixos extraídos h9.
Superfície do eixo Ra 0,4 ‑ 0,8 (utilizar de preferência eixos retificados) para eixos extraídos Ra 1,6 ‑ 3,2.
Indicação de desenho
1) Folga da junta